24 de abr de 2017

21 de abr de 2017

Yoga - Quebrando Barreiras (Anna Ipox)

Yoga - Quebrando Barreiras, vai trazer reportagens & imagens do que está fora do padrão midiático dos praticantes e professores de yoga. Aproveite e se desapegue dos antigos conceitos e preconceitos!

Os operadores de telemarketing e vendedores de água engarrafada que ligam para o estúdio de ioga de Anna Ipox em Portland, Oregon, nos Estados Unidos, perguntam: "É do lugar de ioga?" Anna não responde que sim, apenas ressalta:
— Em vez disso, peço para dizerem: "É da Fat Yoga (Ioga para Gordos)?".
Esse é o nome correto do estúdio e muitas pessoas relutam em dizê-lo. Um dos que ligaram, como a maioria, não deu uma resposta direta e preferiu perguntar: "Bom, como sei se estou gordo?"
— As pessoas pensam em "gordo" como alguém desleixado, descontrolado, sujo ou preguiçoso. Não é isso — disse Anna.
Geralmente, a palavra "gordo" não vem associada à ioga, que traz à mente imagens de corpos esbeltos, flexíveis, com pouca roupa, não os fofos e redondos. Mas isso é o estereótipo que aulas e estúdios especializados nos EUA estão tentando combater, em um esforço para trazer para a prática pessoas de todos os tipos. A palavra não está lá por acaso, não é uma mera jogada de marketing destinada a fazer as pessoas sussurrarem.
— Eu queria algo que fosse assumidamente voluptuoso e alto-astral, não politicamente correto como "ioga para pessoas com curvas interessantes". Muita gente titubeia e eu queria deixar muito claro para quem ela se destina. É para pessoas grandes — contou Megan Stancill, que dá uma aula chamada MegaYoga em um estúdio em Nova York.
Nem todo mundo embarcou na nova linguística.
— "Gordo" pode ser uma expressão que dá poder a alguns, mas me fez sentir inferior. Se alguém a usa comigo, sinto-me mal — disse Tracy Weber, que oferece uma aula chamada Yoga for Round Bodies (ioga para corpos redondos) em seu estúdio de Seattle.
Mas a maioria desses instrutores tem a mesma intenção: desvincular a ioga das imagens do Instagram que mostram pessoas perfeitamente capazes de ficar na postura do pombo, para que todos a vejam como algo acessível.
— Dizem que a ioga nos Estados Unidos tem um grande alcance, mas apenas um centímetro de profundidade. Agora, está acessível a todos e isso inclui pessoas que pensavam: "Só vou conseguir fazer isso se perder peso primeiro" — avalia Abby Lentz, dona da HeavyWeight Yoga.
Os instrutores de pessoas mais pesadas personalizam a prática para as necessidades da sua clientela. Na ioga, ao contrário de outros exercícios, como a corrida ou a zumba, é preciso adaptar a prática ao tamanho do corpo — uma coisa que alguns instrutores não sabem fazer, disse Amber Karnes, que ensina na Body Positive Yoga em Charlottesville, Virgínia:
— Eles não entendem por que não podemos sair da posição do cachorro invertido como todo mundo faz.
Ela fez modificações para seus alunos, como colocar um travesseiro na parte inferior da coluna para apoio quando eles se deitam com as pernas para cima, ou colocar blocos sob as mãos para eles se inclinarem para frente, para não pressionar o estômago.
Jayvin Jordan-Green, 28 anos, aluno do Fat Yoga, encontrou o estúdio fazendo uma busca online por "ioga gordo". Ele queria um lugar onde o professor não achasse que ele estivesse querendo perder peso.
— Tive instrutores que disseram: "Vai ajudar a emagrecer" ou "Você vai se livrar dessa gordura indesejada se continuar praticando". É, mas talvez eu goste dessa gordura, talvez as pessoas com quem saio gostem dela. Tive muitos professores que me tratavam como se eu fosse um projeto especial. Todos diziam: "Vou te deixar super em forma". Querem uma coisa do tipo "antes e depois", mas não quero ser o "depois" — afirmou Jordan-Green.
Alguns instrutores são inflexíveis sobre a exclusividade. Michael Hayes, dono do Buddha Body Yoga em Nova York, não aceita pessoas magras em suas aulas: se você for magro demais, não pode participar:Estúdios nos EUA se especializam em ioga para pessoas acima do peso Brian Harkin/The New York Times
Michael Hayes, dono do Buddha Body Yoga, em New York, ensina adaptações de posições a seus alunos
Foto: Brian Harkin / The New York Times
— Estou trocando os pequenos pelos grandes? A resposta é "sim". Tem um monte de estúdios para pessoas menores.
Em seu estúdio, ele recusou três mulheres minúsculas que queriam ter aula.
— Os magros não gostaram muito. O choque, o aborrecimento e a raivinha são realmente profundos, mas estou mais interessado em trabalhar com os corpos grandes — disse o proprietário.
Outros iogues, no entanto, são mais flexíveis. Anna, do Fat Yoga, conta que a ideia é acolher pessoas de todos os tamanhos. Ela contou que os interessados sempre perguntam: "Estou gordo o suficiente?".
— Eu tive de encontrar uma maneira de dizer "você é gordo no ponto" ou "sim, sim, você é gordo".

O roteiro é completamente invertido. Muitas pessoas não se acham gordas em outros lugares, só na Fat Yoga, onde ser chamado de gordo é uma coisa boa.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/noticia/2015/06/estudios-nos-eua-se-especializam-em-ioga-para-pessoas-acima-do-peso-4771357.html

Yoga Diário

"Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, acorda."
Carl Gustav Jung
yoga scorpion pose

19 de abr de 2017

DOCUMENTÁRIOS: For The Next 7 Generations (em inglês)




For The Next 7 Generations (2009)

For many years, a spiritual teacher named Jyoti had been making relations with Indigenous wise women elders. Suddenly she found herself carrying a vision of a circle of Indigenous Grandmothers. Carrying this vision, she was on her way to Africa to meet an African shaman and medicine woman named Bernadette Rebienot. While there, she mentioned her vision to Bernadette and was surprised to hear that Bernadette was having the same vision. They committed to manifesting it. After returning to her home in California, Jyoti and her associate Ann Rosencranz sent out invitations to 16 Indigenous women from around the world to join them in a gathering. The 13 Grandmothers who responded had all received their own visions and heard their own ancestral prophesies. They were told that they would be called together at a critical time in history when their ancient knowledge was needed for the survival of the next generations

Yoga Diário

"Yoga é uma visão diferente da forma de viver que traz transformações profundas em todos os níveis da vida." Autor Desconhecido
yoga magazine shape hip running on all fours

18 de abr de 2017

DOCUMENTÁRIO - Benzedores e conhecedores de ervas medicinais - Dona Leontina



Documentário produzido pelo Projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade 2013, que tem o financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

Roteiro
Marcos Borba
Denise Copetti

Direção Audiovisual
Marcos Borba

Jonathan de Souza
Produção

Denise Copetti
Graziele Kemmerich

Neli Mombelli
Jonathan de Souza
Lennon Valinhas

Direção de Fotografia
Alexsandro Pedrollo

Marcos Borba
Maurício Stock

Som direto
Neli Mombelli

Edição
Marcos Borba
Neli Mombelli

Finalização
Marcos Borba

Trilha Sonora
Felipe Batistella Alvares

Making of
Juliano Pacheco

Fotografia Still e making of
Alexsandro Pedrollo

Programação Visual
Lennon Valinhas

Coordenação
Oficina de Vídeo TV OVO

Pesquisa
Setor Pedagógico 8ª CRE
Maria Fátima Vieira Marques
Ceres Teixeira de Paula

Agradecimentos
Leontina Souza da Silva
Maria Fátima Vieira Marques
Ceres Teixeira de Paula
Luiz Carlos Grassi
8ª Coordenadoria Regional de Educação
Museu Treze de Maio
Expresso Medianeira
Imobiliária Binato

Realização
TV OVO

Parceria
8ª CRE

Financiamento LIC/SM
Prefeitura Municipal de Santa Maria

LIVROS - Manual de Ginecologia Natural para Mulheres

LIVRO: Mulheres Visiveis, Maes Invisiveis

15 de abr de 2017

Parto humanizado: Daniela Besouchet, Caio Besouchet e Juliana Monguilhott at TEDxLacador




Uma breve reflexão sobre o que é o parto humanizado, destacando a experiência vivenciada por uma família com o parto domiciliar planejado assistido por enfermeiras obstétricas. Nesta talk, falamos do protagonismo feminino, do respeito às escolhas da gestante/casal, do respeito à chegada do bebê. Além disso, sobre alguns mitos e intervenções que não são mais indicadas na assistência ao parto e de como um profissional pode auxiliar um parto em que não há intercorrências e mãe e bebê estão bem: assistindo, tendo paciência, intervindo somente se e quando necessário, e permitindo que a fisiologia do nascimento ocorra da forma mais tranquila e bela possível. Os bebês que estão nascendo formarão a humanidade do futuro, cabe à nós recebê-los com alegria, amor e respeito.
In the spirit of ideas worth spreading, TEDx is a program of local, self-organized events that bring people together to share a TED-like experience. At a TEDx event, TEDTalks video and live speakers combine to spark deep discussion and connection in a small group. These local, self-organized events are branded TEDx, where x = independently organized TED event. The TED Conference provides general guidance for the TEDx program, but individual TEDx events are self-organized.* (*Subject to certain rules and regulations)

YOGA - Curvy Yoga intro Video - CurveSomeYoga


BodyPositive Yoga Intro - CurveSomeYoga. Donna Noble created CurveSomeYoga for everybody as Every body is a Yoga Body 
Donna is currently being sponsored by Sportivate to create an online curvy yoga class to help promote yoga fitness for people of all sizes, men and women. CurveSomeYoga featured in Sainsbury Magazine and Yoga Magazine earlier this year. They were also at Europe's biggest yoga show the Om Show at London's Alexandra Palace to promote plus size yoga. In 2016 look out for new online and offline classes and we have a new website coming soon, but until then checkout 
http://www.thenobleartofyoga.co.uk