4 de mai de 2016

04 DE MAIO - Celebração do Dia

Blodewedd por Thalia Took
Antiga celebração da deusa celta das flores Blodewedd. Segundo as lendas, ela foi criada a pedido do deus solar Llew Llaw, amaldiçoado por sua mãe Arianrhod para nunca se envolver com uma humana. Por meio da magia, esta deusa foi criada de nove espécies de flores mas, quando foi descoberta sua infidelidade, os mesmos magos que a criaram transformaram seu rosto florido em uma cabeça de coruja.

Mitos mais antigos consideram Blodewedd uma manifestação da Mãe Terra, como a senhora da vida e da morte, da mesma forma que Blathnat, a "Pequena Flor", filha do Rei das Fadas na Irlanda.

Dia do Espinheiro, árvore sagrada da Deusa. Chamada também de Árvore de Maio, o espinheiro representava os três aspectos da deusa: a pureza virginal, a fertilidade materna e a força destruidora da anciã, descrita na lenda de Cu Chula in como a "maldição do espinheiro". O espinheiro, quando localizado em lugares sagrados, era honrado colocando-se fitas ou pedaços de panos coloridos em seus galhos. Posteriormente, esse dia foi dedicado a Santa Mônica, marcando o começo da Lua do Espinheiro no calendário celta.

Festival da tríplice deusa celta Cerridwen, guardiã do caldeirão sagrado da transmutação e do renascimento.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário