7 de mai de 2016

07 DE MAIO - Celebração do Dia

Celebração egípcia de Anuket, antiga deusa das águas e da fertilidade da Terra. Seu emblema era o búzio, sendo representada com quatro braços. Como símbolo da união da polaridade masculina e feminina, seu nome era "A Una". Criada por si mesma, Anuket era virgem; no entanto, gerou o deus solar . Ela era invocada durante as inundações do Nilo, nos templos de Aswan e da ilha sagrada de Seheil.

Thargélia, festival grego do deus Apolo, o lindo deus do dia e do Sol. Apolo, assim como sua irmã Ártemis, era filho de Zeus e de Leto, sendo venerado na ilha de Delfos. Apolo tinha múltiplas atribuições: musico, por tocar lira, poeta, curandeiro, protetor dos rebanhos e adivinho. Originariamente, o Oráculo de Delfos pertencia à sua irmã Ártemis mas, com o passar do tempo e o fortalecimento da sociedade patriarcal, as atribuições da Deusa foram delegadas ao Deus e Pythia passou a ser a sacerdotisa oracular de Apolo.

Festa de Serpari, procissão cristã com serpentes em Abruzzi, na Itália, reminiscência das antigas celebrações do poder transmutador e regenerador da Deusa. A serpente, antigo símbolo da Deusa, foi posteriormente considerada um símbolo fálico nas sociedades patriarcais e sinônimo do mal nas escrituras cristãs.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário