26 de mai de 2016

DanzaMedicina - Dia 21 #ODiarioDaLuaVermelha

Dia 21 #ODiarioDaLuaVermelha

Existem muitas formas de contraceptivos naturais eficientes. Desde o método Billings, como foi explicado ontem, até modernos Apps de medição de temperatura basal, rastreamento do período fértil, etc. 


Cada mulher deve avaliar qual deles se adapta melhor a suas necessidades e escolher a partir da própria experiência e disponibilidade.

A meu ver, trabalhar controle de fertilidade a partir de datas lineares é muito delicado, pois nosso ciclo é extremamente sensível e mutável. 

Minha sugestão é que possamos explorar mais profundo os sinais de nosso corpo, para que possamos ouvi-lo com mais clareza e consciência. Além da observação do muco, podemos contar com alguns outros sinais de que estamos fértil:

✨ A Temperatura sobe um pouco mais nos dias de ovulação (Método de Temperatura Basal)
✨ Pode haver mais desejo e mais satisfação sexual. Como também menos desejo caso não esteja utilizando métodos contraceptivos e existe o medo de engravidar. 
✨ Podemos nos sentir com mais energia, mais criativas e mais confiantes. 
✨ Suor aumentado, pele e cabelos mais oleosos.
✨O colo do útero se encontra mais maleável, aberto e alinhado com a vagina. Este exame se faz introduzindo os dedos médio e indicador na vagina, até que encontre o colo do útero. Diferente do Período Fértil, no período infértil ele se encontra bastante duro, baixo e fechado, inclinado sobre a parede da vagina. 
✨Lábios externos e internos da vagina podem se encontrar mais abertos e exuberantes nas datas próximas da ovulação; enquanto mais fechados e mais claros na fase estéril. 
✨Pode se notar desconfortos na região dos ovários ou na cintura. 
✨ Os seios podem se tornar maiores e mais sensíveis nas datas próximas à ovulação. Nos dias inférteis, se encontram menores e mais flácidos. 

🌟Lembramos que cada mulher manifesta seus sinais de forma diferente. Portanto, observe a si mesma. Para encontrar seu próprio padrão de fertilidade, anote os seus sinais diariamente em seu Diário da Lua Vermelha. Após alguns meses, compare-os, buscando encontrar aqueles que acontecem repetidamente no período fértil! 

Texto Morena Cardoso @danzamedicina 
Fotografia @camilla_albano

{REPOST} Texto de Morena Cardoso do site DanzaMedicina (com permissão para publicar) Fonte: http://www.pikore.com/m/1066007447975765649_231320264

Nenhum comentário:

Postar um comentário