27 de mai de 2016

DanzaMedicina - Dia 22 #ODiarioDaLuaVermelha

Dia 22 #ODiarioDaLuaVermelha

Como você se relaciona com o prazer? 


Para mim, prazer tem a ver com o quanto você se permite viver a vida em entrega e abundância. Sobre o quanto você se conecta positivamente com o que existe ao seu redor; despertando seus sentidos e aumentando a freqüência de sua energia através destes pequenos estímulos. 

A Sexualidade Sagrada, nos ensina que somos completas, nos mostra que não mais é necessário buscar o prazer no outro. Nos ajuda a compreender, a um nível mais profundo, que o princípio e o fim desta busca pelo prazer está dentro de nós. 

A Sexualidade Sagrada nos convida a tirar nossas máscaras e nos tornamos mais autênticas e conscientes a respeito das reais motivações em nos relacionar sexualmente. 

Uma trepada, um “sexo livre” e efêmero, que falta intimidade e conexão, não nos ajuda muito neste caminho. Geralmente, ele nos leva a algumas horas de satisfação frente a uma busca eterna e frustrante por algo que seja verdadeiramente satisfatório. 

Sexo não é ação, sexo é energia. 

A Sexualidade Sagrada nos convida a abandonar os padrões limitantes sobre este sexo criado por uma vida de pornografia, fantasia e masturbação; sobre um sexo obcecado por genitais e ejaculação, como se estas fossem as únicas fontes de prazer. 

A Sexualidade Sagrada nos convida pra ficar apenas com o que se é; nosso corpo, nossas sensações e nossa energia. 

Ela convida a todos nós, homens e mulheres, a nos reconhecer e nos honrar como Shiva e Shakti: a divindade masculina e feminina. Ela nos convida a olhar nos olhos e enxergar, a respirar junto, profunda e conscientemente. A mergulhar nos cheiros, gosto, tato... a conectar os centros de energia, a mente, o coração, dançando juntos e descobrindo um ritmo único e particular, de servir e de se entregar. 

Ela nos convida a dedicar mais e mais tempo ativando em prazer o corpo como um todo; explorando e descobrindo o verdadeiro potencial energético desta matéria densa; ativando nosso potencial bioenergético, despertando nossa consciência corporal, refinando e expandindo o nosso poder orgástico; permitindo então que novas possibilidades se desvelem.


Através da Sexualidade Sagrada, podemos direcionar nossa energia para desobstruir e ativar nossos canais e centros de energia; além de experenciar novos estados de consciência, mais amplos e elevados. Através de uma relação sexual consciente, somos capazes de acessar e liberar memórias celulares de dores, traumas e abusos. Assim, não estaremos apenas nos regalando um bom orgasmo, estaremos nos curando e nos descobrindo a partir de lugares muito mais interessantes, complexos e profundos. Não abriremos apenas as nossas pernas, mas também nossa alma, nossa mente e nosso coração. 

Texto Morena Cardoso@DanzaMedicina 
Fotografia@camilla_albano

{REPOST} Texto de Morena Cardoso do site DanzaMedicina (com permissão para publicar) Fonte: http://www.pikore.com/m/1067022539773191940_231320264

Nenhum comentário:

Postar um comentário