7 de ago de 2016

07 DE AGOSTO - Celebração do Dia

Celebração chinesa da deusa lunar Chang-O. Segundo a lenda mais recente, Chang-O costumava viver na Terra, juntamente com seu marido, um famoso caçador. Para recompensar sua destreza, os Deuses decidiram lhe oferecer a bebida da imortalidade, mas Chang-O bebeu-a sozinha, sem querer compartilha-la. Envergonhada, fugiu e escondeu-se na Lua, onde vive até hoje com uma lebre. Um mito mais antigo, no entanto, descreve Chang-O como a guardiã do elixir da imortalidade. Seu marido, o caçador, com ciumes desse monopólio magico, tentou rouba-la. Enfurecida, ela abandonou-o, indo morar na Lua, de onde cuida das mulheres, vigiando para que estas não deixem seus maridos "roubarem" seu poder.

Neste dia, na antiga Ibéria, reverenciava-se Lur, a Mãe Terra, criadora do Sol, da Lua e de toda a vida. Um de seus aspectos era Ekhi, a deusa solar, cujos raios dissipavam todos os males.

Festival celta Tan Hill comemorando, com fogueiras e danças rituais, Teinne ou Tan, o poder do Fogo Sagrado. Homenageava-se Triduana, uma antiga deusa do fogo, precursora da deusa Brighid.

"Abertura do Nilo", antigo festival anual egípcio em louvor às deusas Hathor Nut, abençoando as águas do Nilo para que fertilizassem a terra.

Adônia, cerimonia na Grécia lembrando a morte de Adônis.

Dia dedicado à Consciência de Gaia, meditação global em beneficio da Terra.


*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/


Nenhum comentário:

Postar um comentário