27 de out de 2016

27 DE OUTUBRO - Celebração do Dia

Kachin Mana
Owaqlt, a cerimonia dos melões no vinho, ritual dos índios Hopi para curar e fortalecer as mulheres, vistas como receptáculos para a semente da vida. 

Durante esses rituais, consagrava-se a energia geradora e o poder sagrado do ventre da mulher, homenageando-se A-ha Kachin Mana, Kachina da fertilidade.

Dia da Maçã na CornualhaInglaterra. As moças solteiras colocam nesta noite uma maçã sob seu travesseiro para receber em sonho algum presságio sobre seu futuro companheiro. Antes do sol nascer, a maçã devia ser comida em absoluto silêncio, orando para receber alguma mensagem. Sem trocar de roupa ou falar com alguém, a moça deveria sair de casa e sentar-se sob uma árvore. A lenda diz que a primeira pessoa que passar representará características de seu futuro marido. Se ninguém aparecer, deve-se recorrer a sua voz interior.

Ritual do Dia:
Para atrair vibrações amorosas e bons presságios para a sua casa, prepare uma maçã mágica espetando, em toda sua superfície, cravos e polvilhando-a, depois, com canela e gengibre em pó. Se preferir, faça uma guirlanda com fatias de maçãs entremeadas de pedaços de canela, pendurando-a depois na cozinha. Essas crenças e hábitos populares relacionados ao uso mágico da maçã tiveram sua origem nas antigas celebrações das deusas do amor, a quem as maçãs eram consagradas.

Uma lenda celta descreve como a princesa irlandesa Ailinn morreu de tristeza ao saber da morte acidental de seu amado príncipe Baile. Eles foram enterrados juntos e de seus túmulos nasceram duas arvores - uma macieira e um teixo - cujos galhos ficaram eternamente entrelaçados como testemunho de seu amor.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário