24 de dez de 2016

24 DE DEZEMBRO - Celebração do Dia

"Modresnacht", a Noite da Mãe, antiga festa anglo-saxã e alemã dedicada à Grande Mãe Nerthus ou Frau GodeMuitas das tradições deste festival sobreviveram e foram adaptadas às celebrações do atual Natal. Em lugar de fogueiras festejando o nascimento da Criança Divina, passaram a ser usadas tochas, depois velas inscritas com símbolos rúnicos.  As árvores sagradas, reverenciadas como símbolos da Arvore do Mundo, foram substituídas pelo pinheiro decorado com bolas (representações dos planetas) e o Anjo no topo (em vez da imagem da Deusa). 

Nerthus era conhecida como "A Mãe da Terra do Norte" e simbolizava a fertilidade, a paz e a harmonia familiar.


Neste dia, os povos antigos ofertavam presentes para as Divindades
agradecendo as dádivas recebidas ao longo do ano. Atualmente, as pessoas presenteiam-se entre si, a celebração tendo perdido seu significado sagrado para tornar-se uma reunião familiar e comercial.

Juventália, celebração romana em homenagem a Juventas, a deusa da juventude equivalente à grega Hebe.

Na Finlândia, acendem-se velas brancas nos túmulos dos ancestrais, pois acredita-se que os fantasmas dos falecidos voltam para suas casas nesta noite.

Uma antiga crença européia afirma que os pedidos de casamento feitos e aceitos nesta noite asseguram casamentos longos e amorosos.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur. http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário