10 de jan de 2017

LIVROS - Seu Sangue é Ouro - Lara Owen

"O que temos perdido nesta cultura é um sentido de reverência. Creio que quando  reivindicarmos nosso sentido de reverência em relação a menstruação, ao sangue, aos ciclos da lua, a nossa fertilidade, às incríveis mudanças que ocorrem em nossos corpos, seremos capazes de reinvindicar também o nosso sentido de reverência ao universo, porque pra mim o ciclo menstrual é um microcosmo do universo. Por isso, em vez do nosso amante ser posto de lado pela menstruação, ele deve se curvar perante ela a partir de cada célula, com um profundo sentimento.

Uma maneira de recriarmos esse sentido de reverência no mundo natural é realizando rituais, seja sozinhas ou coletivamente. Creio que é por não termos rituais de puberdade que por algum modo permanecemos adolescentes. Deve haver uma razão para as culturas possuírem ritos de puberdade. Encaro os rituais e os ciclos como oportunidades de se deixar as coisas seguirem seu caminho, de se renovarem e purificarem. Todos os rituais estão relacionados a deixar ir o velho e abrir espaço para o novo, porque vivemos em um planeta de ciclos. Por isso, a menstruação é tão importante quando reinvidicamos o ciclo natural da vida neste planeta ." (do livro "Seu sangue é ouro" de  Lara Owen)

"Desde tempos bem antigos, em muitas culturas, a menstruação era considerada mágica, sagrada, e reverenciada. A mulher menstruada, cheia de poder. Nossa cultura patriarcal - com suas raízes gregas, romanas, judaicas e cristãs - alterou esse período feminino para algo feio, impuro, nojento, numa perspectiva geral da mulher como ser inferior. Restaram, apenas, sentimentos negativos: vergonha, segredo, impureza, ansiedade, incômodo. Aqui, Lara Owen rompe o silêncio sobre esse tabu cultural e ensina como resgatar o poder de menstruação transformando-o num período bem-vindo natural, criativo, renovador." (Lara Owen - "O seu sangue é ouro - Resgatando o poder da menstruação")

Nenhum comentário:

Postar um comentário