28 de jan de 2017

Tempo de Lunação (por Morena Cardoso)

{REPOST} Texto de Morena Cardoso do site DanzaMedicina
http://www.danzamedicina.net/blog/lunacao 

A chegada da Lunação (menstruação) marca o início do ciclo menstrual da mulher.
Se recolher e sair um pouco do mundo pode ser muito profundo e revelador neste momento; é durante este período que ocorre o verdadeiro despertar de uma mulher!
A lunação é um momento que pede isolamento. Este período não deveria ser desperdiçado com tarefas mundanas, distrações sociais, ou tendo sua concentração perturbada.
Ao contrário, todas as suas energias deveriam ser dirigidas para a meditação concentrada, para o desvelar de seu propósito de vida e para a acumulação de energia espiritual; desenvolvendo sua vida interior e se tornando a cada lua mais e mais sábia.
Neste momento, é auspicioso criar e defender um tempo/espaço para si mesma; mesmo com as limitações da vida moderna, podemos com boa vontade e perseverança experimentar seguir o exemplo de nossas ancestrais que se refugiavam nas "Tendas da Lua".
Estes eram templos de religação, purificação, descanso e contemplação, que permitiam às mulheres saírem de suas obrigações durante o sangramento e entrarem em retiro; compartilhando suas visões, sonhos, experiência, habilidades mútuas, ensinamentos a respeito do Sagrado Feminino e cuidando umas das outras.
Ao receber seu sangue, honre este momento e crie a sua própria Tenda da Lua, física ou mentalmente; Diminua o seu ritmo durante este período, evite sobrecargas, seja gentil com você mesma. Faça pequenos rituais de cuidado com seu corpo, mente e espírito, nem que seja por algumas horas!
Não espere seu corpo gritar em cólicas e enxaquecas; se acolha em um carinhoso cuidado de si.
Saiba que neste momento as mulheres se encontram no auge de seu potencial intuitivo, curativo e visionário. 
Lembre-se que seu sangue é um portal para acesso e despertar dos Sagrados Saberes Femininos. Uma sabedoria que não pode ser ensinada ou aprendida em livros, que se desvela a partir de dentro, como um profundo relembrar.
Perceba que a forma como você se relaciona com seu sangue diz muito sobre como você se relaciona consigo mesma, com seu feminino. 
Relembre-se, ao deixar fluir seu sangue, junto a ele fluirão suas emoções; ao deixar ir seu sangue, você conscientemente deixa também ir crenças, padrões limitantes, memórias de dor e tudo aquilo o que você não mais necessita levar consigo ao novo ciclo. 
Receba sua lua com amor, honre este aspecto singular e sagrado de Ser Mulher, em toda a quietude, sabedoria e conexão que este período lhe oferece... Eleve seus rezos, medite, mergulhe profundamente nos mistérios de si mesma, nos mistérios de seu Ser Mulher; experimente o imenso poder e magia da lunação assim como faziam nossas ancestrais, desde tempos imemoriais. 
Este foi um dos 29 textos que serão publicados sequencialmente pelo projeto #ODiarioDaLuaVermelha . Seja bem-vinda para compartilhar a jornada com a DanzaMedicina. Todos os textos autorais por Morena Cardoso: Terapeuta corporal; criadora e facilitadora da técnica "DanzaMedicina- Incorpore os Sagrados Saberes Femininos"

Nenhum comentário:

Postar um comentário